Bem-vindo ao site do CEH Ricardo Nardelli

INVENTÁRIO MUNICIPAL DE BENS CULTURAIS MUSEALIZADOS

 

De 01 a 31 de agosto, o Centro de Exposições e História Ricardo Nardelli ficará fechado ao público para a realização do Inventário Municipal de Bens Culturais Musealizados 2018. Durante esse período, os funcionários do CEH farão o levantamento detalhado de todos os objetos expostos e em reserva.

 

O que é o inventário?

 

O inventário é o arrolamento, ou a contagem, de todos os objetos do acervo museológico. Neste processo, são listados, medidos, fotografados e classificados cada item, que passa a ser registrado em uma ficha catalográfica.

 

Quais museus serão atendidos?

 

Serão inventariados os acervos do Museu Histórico Municipal Família Pires e da Pinacoteca Municipal Guilherme de Carvalho Dias.

 

Para que inventariar?

 

O inventário é uma modalidade de proteção que visa evitar o perecimento ou a degradação do acervo, assim como ajuda a promover sua preservação e segurança. A lista final do inventário também serve como um importante instrumento de divulgação do acervo, pois será disponibilizada no site www.ceh-rp.site.

 

Base legal

 

O inventário é uma exigência do Estatuto Nacional dos Museus (Lei Federal 11.904/2009). O art. 39 diz claramente que “é obrigação dos museus manter documentação sistematicamente atualizada sobre os bens culturais que integram seus acervos, na forma de registros e inventários”. O Decreto 8124/2013, que regulamenta o Estatuto, também reforça a necessidade de todos os museus brasileiros inventariarem os seus acervos.

Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires. 2017.