Bem-vindo ao site do CEH Ricardo Nardelli

MUSEU

HISTÓRICO

MUNICIPAL

Banda Cma'Nau

Robson Miguel

Banda Cma'nau

Apresentação musical

Abertura da Exposição Coleta ABC - Ribeirão Pires

12ª Primavera dos Museus

Público: 25 espectadores em média.

Data: 17 de setembro de 2018

Horário: 20h

 

Com Bidiztone Andreson (Teclados),  Deni Takeda (Baixo), Edson Azevedo (Guitarra), Fabricio Pereira (Percussão), Henrique Celso (Bateria).

 

Instrumental suburbano e autoral. Cma'nau aborda, questiona, reflete em seu processo criativo questões cotidianas das grandes cidades como a solidão humana, luta coletiva, a diversidade, os paradoxos e as incoerências da rotina semanal.

Seus arranjos transbordam essa multiplicidade de emoções e praticidades em ritmos variados, conduzindo às mais diferentes interpretações. Aglutinado em 2016 no ABC paulista, SP, o grupo tem feito apresentações em bibliotecas, centros culturais, ocupações e casas de show.

Robson Miguel

Apresentação musical

Abertura da Exposição Coleta ABC - Ribeirão Pires

12ª Primavera dos Museus

Público: 25 espectadores em média.

Data: 17 de setembro de 2018

Horário: 20h30

 

Músicas executadas: Tears In Heaven (Eric Clapton/Will Jennings), Linha de Passe (João Bosco/Aldir Blanc)

 

Violonista. Compositor. Arranjador. Atuou como Diretor da Orquestra sinfônica e de jazz-fusion de música brasileira. Formou-se em violão clássico, passando a exercer o cargo de Delegado da Ordem dos Músicos do Brasil. Criou um método para cavaquinho admitido pela Escola de Música do Espírito Santo (Emes). Morou na Espanha. Tocou em várias cidades da Europa e Estados Unidos.

 

Nossa Cidade

Noite Lírica - Grandes Óperas

Nossa Cidade

Apresentação teatral

Coral Municipal de Ribeirão Pires

Público: 20 espectadores em média.

Data: 17 de dezembro de 2017

Horário: 14h

 

De Luís Alberto de Abreu.

Leitura dramática com Dani Silveira, Evelyn  Soares, Isabela Leal, Leonardo Henrique e elenco.

 

Com dramaturgia de Luís Alberto de Abreu, Nossa Cidade é um texto que celebra a imigração das diferentes culturas à região do Grande ABC, sem, todavia, deixar de abordar aspectos dramáticos e conflituosos da vida pela ótica do trabalhador. Foi encenada pela primeira vez na Escola Livre de Teatro. Depois, em 2000, na abertura do VI Congresso de História, foi novamente ao palco. Em 2017, a convite do CATP - Centro de Apoio Técnico ao Patrimônio, os artistas de teatro de Ribeirão Pires, Dani Silveira, Evelyn  Soares, Isabela Leal, Leonardo Henrique realizam nova montagem, desta vez fazendo uso cenográfico dos salões do Museu Histórico Municipal Família Pires, potencializando-o como lugar de memória e espaço de difusão, mas também estabelecendo relação cênica com o próprio acervo de objetos.

Recital de Piano e Cordas

Recital de Piano e Camerata de Cordas

Apresentação musical

Público: 120 espectadores em média.

Data: 01 de dezembro de 2017

Horário: 20h

 

Apresentação dos alunos da Escola Municipal de Músicas, das classes dos professores Leidiane Cordeiro, Geraldo Proença, Denis Ito, Marcos Lozano, Daniela Catanzano , Camila Molina e Demétrio Montealegre. Repertório de piano: G. Fauré - Berceuse (Dolly Op.56), com Luan Kobayashi e Prof. Denis Massao Ito, Osvaldo Lacerda - Lídio (Caderno Cromos) com Arthur Andrade, H. Villa-Lobos -Todo Mundo Passa (Cirandinhas), com Jeniffer Tzi Mei Kwo, J. S. Bach - Invenção a 2 Vozes n.13, com Murilo Frascaroli, Ernesto Nazareth - Escorregando, com Diego Henrique Silva, E. Grieg - Peça Lírica Op.46 n.3, com Lorena Bittencourt, H. Villa Lobos - Na Corda da Viola (Guia Pŕatico), com Lucas Gehardt, Francisco Mignone - Puladinho, com Mariana Nogueira dos Santos, E. Krieger - Sonatina, com Wendell Müller, Brasilio Itiberê da Cunha - A Sertaneja, com Rodney Mourão. Repertório de cordas: Alberto Nepomuceno - Serenata para orquestra de cordas, Adágio para Cordas; de Ernst Mahle - Concertino para piano e cordas, com Carolina Matules ao piano; Cláudio Santoro -Mini Concerto Grosso I. Allegro moderato, II. Andante (lento), III. Allegro (finale), Henrique de Curitiba - Vocalize, com José Carlos Mendonza ao violoncelo, Santino Parpinelli - Dança Nordestina, César Guerra-Peixe - Mourão.

 

Camerata de Cordas: Violino I: Gustavo Prates, Gustavo Pereira, Davi Berto, Isaque Sava, Kléber Gitti • Violoino II: Fúlvio Dias, Bruna Gremelmaier, Simone Almeida, Lucimara Nascimento • Viola: Flórence Suana • Violoncelo: Nathaly Bitencourt, Laécio Lourenço, Ailton Occhi, Leandro Lima, Eliezer Oliveira, Simone Lima, José Carlos Mendonza • Contrabaixo: Danilo Rosabone • Regência: Gesiel Vilarubia

 

* Evento realizado em parceria com o Departamento de Cultura - Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia.

Canto Lírico

Canto Lírico

Apresentação musical

Público: 20 espectadores em média.

Data: 26 de novembro de 2017

Horário: 11h

 

Músicos: Márcia Umbelino (canto), Daniel Umbelino (piano)

 

* Evento realizado em parceria com o Departamento de Cultura - Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia.

Noite Lírica

Apresentação musical

Coral Municipal de Ribeirão Pires

Público: 120 espectadores em média.

Data: 02 de dezembro de 2017

Horário: 20h

 

Apresentação "Grandes Nomes da Ópera" com repertório Bassa Selim lebe Lange, da ópera O Rapto no Serralho (Mozart), Belle nuit, o nui d'amour, da ópera Os contos de Hoffmann (Offenbach), La donna è móbile, da ópera Rigoletto (Verdi), Va, pensiero, da ópera Nabuco (Verdi), O soave fanciulla, da ópera La Bohème (Puccini), Mon coueur s'ouvre a ta voix, da ópera Sansão e Dalila (Sanit-Saëns), O Isis und Osiris, da ópera Flauta Mágica (Mozart), Si, mi chiamano Mimi, da ópera La Bohème (Puccini), Saria possibile?, da ópera O Exilir do Amor (Donizetti), O, mio babbino caro, da ópea Gianni Schicchi (Puccini) e Libiamo ne'lieti calici (Brindisi), da ópera La Traviata (Verdi).

 

Coristas: Sopranos - Ana Marques, Andreza Rodrigues, Celina Alves fernandes, Daniele Falcone, Fernanda Lurosi, Juciara Fernandes Pina, Marta Vilela Bueno, Rosangela Cardoso, Sara Borges, Sueli Fugiwara. Contraltos - Angela Ardevol, Claudete Castro Val, Cristilaine Theodoro, Juliana Bueno, Maria Flor, Mayara Rufato, Sandra Guasco, Vanessa Kelly, Vera Castro Lamelas. Tenores - Anderson Augusto da Silva, Bruno Klousseh, Carlos Henrique Domingues, Cezar Augusto, Luis Antônio dos Santos Oliveira, Naldo Santos, Paulo Américo. Baixo - Edgard de Souza, Edimilson Graciano, Francisco Conde, José de Paula, Michel Oliveira, Thelclys Araújo. Regência: Daniel Umbelino. Preparação vocal e administrativo: Marcia Umbelino. Pianista: Gabriela Prates.

 

* Evento realizado em parceria com o Departamento de Cultura - Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia.

Recital de Piano (infantil)

Recital de Piano (infantil)

Apresentação musical

Público: 140 espectadores em média.

Data: 30 de novembro de 2017

Horário: 20h

 

Apresentação dos alunos da Escola Municipal de Músicas, das classes dos professores Leidiane Cordeiro, Geraldo Proença, Denis Ito, Marcos Lozano, Daniela Catanzano , Camila Molina e Demétrio Montealegre. Regência da Camerata: Gesiel Vilarúbia.

 

* Evento realizado em parceria com o Departamento de Cultura - Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia.

Wendell Müller e Coletivo Primata

Recital de formatura de Wendel Müller

Apresentação musical

Público: 50 espectadores em média.

Data: 29 de novembro de 2017

Horário: 20h

 

Recital de formatura de Wendell Müller, acompanhado de músicos do Coletivo Primata. Na primeira seção, o repertório clássico apresentou as músicas Rapaz de Bem (Johnny Alf), Sonatina (Edino Krieger), Estudo de Virtuosidade n.º 04 (Moritz Moszkowsky). A segunda seção, com o Coletivo Primata, apresentou repertório de jazz com as músicas Footprints (Wayne Shorter), Chant (Robert Glasper), Nanã (Moacir Santos) e Blue Bossa (Kenny Dorhan).

 

Músicos: Wendel Müller (piano), Diego Estevam (guitarra), Victor Kutlak (baixo) e Lucas Uth (bateria).

 

* Evento realizado em parceria com o Departamento de Cultura - Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia.

Recital de Violão (infantil)

Serenata no Museu

Serenata no Museu com o Grupo Lúmen

11ª Primavera dos Museus

Apresentação musical

Grupo Lúmen (São Caetano do Sul)

Público: 28 espectadores.

Data: 22 de setembro 2017

Horário: 20h

 

Apresentação musical do Grupo Lúmen como parte da programação da 11ª Primavera dos Museus. O grupo revisitou os grandes clássicos da música popular brasileira, como Carinhoso (João de Barros/Pixinguinha), Falando de Amor (Tom Jobim), Eu sonhei que tu estavas tão linda (Francisco Mattoso/Lamartine Babo) e É Primavera [Vai Chuva] (Tim Maia), entre outras que emocionaram o público.

 

Integrantes: Luiz Fiusa, Beth Caram, Angela Fiusa, Jane Moran e Bete Vulcano

 

* Evento realizado em parceria com o Departamento de Cultura - Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia.

Ponto Corrente

Ponto Corrente

Leitura dramática

Grupo Pontos de Fiandeiras (Santo André)

Público: 20 espectadores.

Data: 03 de novembro de 2015

Horário: 19h30

 

Com base em pesquisas e entrevistas, o espetáculo aborda a militância feminina no ABC paulista contra a ditadura civil-militar brasileira. Como em diversas outras localidades, elas não pegaram em armas, mas foram responsáveis por um importante movimento de conscientização, de conquistas comunitárias e avanço social, seja à frente no combate seja no suporte às ações transformadoras.

 

Direção: Jé Oliveira

Dramaturgia: Adélia Nicolete

Elenco: Camila Shunyata, Fernanda Henrique, Roberta Marcolin Garcia e Vivian Darini

 

* Evento proveniente da contrapartida social do ProAC - Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo 2015.

Sobre as memórias da guerra

Sobre as memórias da guerra

13ª Semana Nacional de Museus

Apresentação teatral

Cia Ellos 7 (Ribeirão Pires)

Público: 35 espectadores.

Data: 23 de maio de 2015

Horário: 19:30

 

Sobre as memórias da guerra é um espetáculo sobre Heinz e Evi, que enfrentam a primeira crise de seu casamento, ao passo que Halfman ganha um importante papel na linha de frente, sendo obrigado a deixar para trás Sylvia, o grande amor da sua vida. O tempo passa e os destinos se entrelaçam, trazendo momentos de tensão e sofrimento, deixando-os com marcas profundas em suas memórias. Foi parte da 13ª Semana Nacional de Museus - Museus para uma Sociedade Sustentável, realizada pelo Museu Histórico Municipal Família Pires em parceria com o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

 

Texto e Direção: Filipe Alcarvan

Elenco: Jéssica Gouveia Cardoso, Matheus Nakamura, Jhonny Mendes, Suelen Priscila de Lima, Juliana Marchiori, Margareth Barros Prado e. Guilherme Estevam Cardoso

Recital de Violão (infantil)

Apresentação musical

Público: 60 espectadores em média.

Data: 25 de novembro de 2017

Horário: 20h

 

Alunos da classe dos Professores Gesiel Vilarúbia e Affonso Henrique.

 

* Evento realizado em parceria com o Departamento de Cultura - Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia.

Estrelas São Pipocas

Estrelas São Pipocas

I Jornadas do Patrimônio do ABC

Contação de Histórias

Goimar Dantas (São Paulo)

Público: 70 espectadores.

Data: 02 de dezembro de 2016

Horário: 10:00

 

Em parceria com o Senac Santo André, o CEH recebeu a Contação de história com a escritora Goimar Dantas, autora do livro Estrelas são pipocas, terceiro livro infantil de Goimar Dantas, jornalista, roteirista, escritora e mestre em Comunicação e Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Foi, em 2011, finalista do Prêmio Jabuti com a biografia “Cortez – A saga de um sonhador”, escrita em parceria com a socióloga Teresa Sales. Além de participações em antologias de poesias, tem sete livros publicados dentre biografias, livros-reportagem e infantojuvenis. “Estrelas são Pipocas e Outras

Descobertas” foi publicado em 2013 no Brasil pela Cortez Editora e na Espanha em 2014 pelo Grupo Editorial Octaedro.

 

* Evento realizado em parceria com o SENAC Santo André.

Leônia, uma cidade (in)visível

Leônia, uma cidade (in)visível e é logo ali

13ª Semana Nacional de Museus

Apresentação teatral (exercício cênico)

Grupo Sonharte (Ribeirão Pires)

Público: 35 espectadores.

Data: 23 de maio de 2015

Horário: 20:30

 

Leônia, uma cidade (in) visível e é logo ali, do Grupo Sonharte, é um espetáculo teatral que foi apresentado no dia 23 de maio 2015, às 20 horas, como exercício cênico, a partir da obra Cidades Invisíveis, de Ítalo Calvino. Foi parte da programação local da 13ª Semana Nacional de Museus - Museus para uma Sociedade Sustentável.

 

Direção: Leonardo Henrique

Produção: Dani Silveira

Elenco: Carlos Oliver, Jade Valéria, Karine Evelyn, Rafaela Alves de Sousa e Rafaella Sales

Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires. 2017.