APOIE O MUSEU DA SUA CIDADE!

VISITE. DOE. PATROCINE.

PROGRAMAÇÃO • RIBEIRÃO PIRES

17/09 • 14:00

O RETRATO DO ARTISTA QUANDO OSWALD

 

Com trechos selecionados de romances, poemas, manifestos e textos teatrais de Oswald, a apresentação estimulará a interatividade entre os alunos e a obra, a partir de inserções performáticas, diálogos e vídeos sobre a obra de Oswald de Andrade. O evento acontecerá no Sítio Boa Sorte, dentro da casa onde o modernista morou em Ribeirão Pires e escreveu o “Um Homem Sem Profissão”. Evento realizado pelo CATP – Centro de Apoio Técnico ao Patrimônio e CDPCN – Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural e Natural, em parceria com Ricardo Antunes de Castro Conde, proprietário do imóvel, como divulgação do projeto de preservação da casa.

 

O Retrato do artista quando Oswald

Data: 17/09 - 14:00

Coordenação: Reynaldo Bessa

Público: professores e interessados em geral.

Inscrições internas

Seleção: Por ordem de Inscrição

Participação: Inscrição Individual

Vagas: 20

Local: Sítio Boa Sorte – Avenida Orlando Grecco, 08 – São Caetaninho - Ribeirão Pires/SP

 

 

18/09 • 08:30 às 17:30

PRINCÍPIOS DA EDUCAÇÃO MUSEAL

 

A formação, de caráter introdutório, tem como objetivo abordar princípios de museologia para professores do município de Ribeirão Pires, apresentando o universo dos museus, arquivos, centros de memória e instituições afins nas áreas de preservação (conservação e documentação) e difusão (expografia e ação educativa).

 

Coordenação: Marilúcia Bottallo

Terça-feira - 8h30 às 17h30

Público: professores e interessados em geral.

Inscrições internas

Seleção: Por ordem de Inscrição

Participação: Inscrição Individual

Vagas: 50

Local: Teatro Municipal Euclides Menato - Av. Pref. Valdírio Prisco, 193 - Centro - Ribeirão Pires/SP

 

Doutora em Ciências da Informação, Mestre em Artes ambos pela ECA/ USP, Bacharel em História pela FFLCH/USP. Atuou como Museóloga no Museu de Arte Moderna de São Paulo, na Pinacoteca do Estado de São Paulo, no National Musem of American Art/Smithsonian Institute e no Museu de Arqueologia e Etnologia da USP. Coordenou o Centro de Memória da Fundação Bunge. Docente de disciplinas relacionadas à Museologia.

 

 

19/05 • 08:30 às 17:30

MUSEUS: O QUE SÃO E PARA QUE SERVEM – FOTOGRAFIAS COMO SUPORTES DA MEMORIA

 

A ação educativa em museus deve ser encarada como uma experimentação permanente, em busca de formas de atuação que criem laços e integrem diferentes públicos ao Museu - este trabalho é uma ferramenta neste sentido.

 

Coordenação: Ana Silvia Bloise

Quarta-feira - 8h30 às 17h30

Público: professores e interessados em geral.

Inscrições internas

Seleção: Por ordem de Inscrição

Participação: Inscrição Individual

Vagas: 50

Local: Teatro Municipal Euclides Menato - Av. Pref. Valdírio Prisco, 193 - Centro - Ribeirão Pires/SP

 

Ana Silvia Bloise é pós-graduada em Museologia pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, com especialização em Gestão de Políticas Públicas de Cultura pela UnB. Foi responsável pela implantação de centros de memória e atividades de museologia em diversas instituições públicas e privadas. Dirige a empresa Oficina 3.

 

 

20/09 • 08:30 às 17:30

ASPECTOS JURÍDICOS DA PRODUÇÃO CULTURAL

 

As transformações ocorridas no campo da cultura e da arte no país, a ampliação e profissionalização do segmento, trouxeram a exigência de gestão e de maior conhecimento no campo estratégico, instrumentos de políticas públicas, fontes de financiamento e gerenciamento, demandando um profissional capaz de atender aos anseios do mercado. Este workshop pretende fornecer condicionamentos jurídicos para um manejo eficiente de negócios na área cultural, com conhecimento das possibilidades e limites no campo normativo.

 

Coordenação: Gabriel Avelar

20/9 – quinta-feira - 8h30 às 17h30

Público: profissionais e estudantes de artes e cultura e demais interessados

Seleção: Por ordem de Inscrição

Participação: Inscrição Individual

Vagas: 20

Indicação: maiores de 16 anos

Local: OAB Ribeirão Pires - Rua Presidente Kennedy, 133 - Centro - Ribeirão Pires/SP

 

Gabriel Avelar é advogado com MBA em Direito Eletrônico pela Escola Paulista de Direito, cursou Regulação e Interpretação de Contratos Complexos na FGV/SP e atualmente é pós-graduando em Direito Empresarial na Escola Superior de Advocacia. Atuante na área audiovisual, assessorando programadoras, produtoras, distribuidoras e outros agentes do mercado. Presta consultoria em projetos nacionais e internacionais, nas áreas de licenciamentos e acordos de comercialização. Expertise em assuntos regulamentares administrativos, em especial, procedimentos de regulação audiovisual perante a Agência Nacional de Cinema (ANCINE) e órgãos estaduais e municipais.

20/09 • 19:00 às 21:00

GÊNIOS DA ARTE NAS ESCOLAS: EDUCANDO PARA OS MUSEUS DE ARTE

 

A oficina, direcionada para professores da rede municipal de ensino, visa discutir a importância do ensino da arte nas escolas a partir da perspectiva de grandes obras de artistas hoje considerados grandes gênios da pintura universal e como elas, dentro do processo pedagógico, podem contribuir para a formação de um público apreciador de museus e de exposições de arte.

 

Coordenação: Lilian Zampol

20/9 – quinta-feira - 19h às 21h

Público: profissionais e estudantes de artes e cultura e demais interessados

Seleção: Por ordem de Inscrição

Participação: Inscrição Individual

Vagas: 30

Local: CEFORPE – Centro de Formação de Profissionais da Educação "Profª Ivaneide Lins de Carvalho" – Av. Pref. Valdírio Prisco, 193 - Centro - Ribeirão Pires/SP

 

 

 

Gabriel Avelar é advogado com MBA em Direito Eletrônico pela Escola Paulista de Direito, cursou Regulação e Interpretação de Contratos Complexos na FGV/SP e atualmente é pós-graduando em Direito Empresarial na Escola Superior de Advocacia. Atuante na área audiovisual, assessorando programadoras, produtoras, distribuidoras e outros agentes do mercado. Presta consultoria em projetos nacionais e internacionais, nas áreas de licenciamentos e acordos de comercialização. Expertise em assuntos regulamentares administrativos, em especial, procedimentos de regulação audiovisual perante a Agência Nacional de Cinema (ANCINE) e órgãos estaduais e municipais.

EXPOSIÇÕES PERMANENTES

 

 

EXPOSIÇÃO COLETA ABC

 

Sinopse: Na região em que a criatividade pulsa embalada pelos barulhos industriais e ferroviários, a arte surge de forma legítima e pura, construída pela vivência coletiva e aplicada de maneira conceitual. Das chamas da petroquímica ao bioma Mata Atlântica, do urbanismo desordenado as linhas de montagens automobilísticas, essa geração de artistas cresceu e desenvolveu um senso de cultura que ultrapassa as barreiras da arte e do unitário e se reinventa através de atitudes pragmáticas das ações coletivas. Reunindo artistas das 7 cidades do grande ABC, a mostra busca trazer a tona registros do momento atual através de obras contemporâneas influenciadas pelo cotidiano urbano e pelas particularidades dessa região suburbana e operária que vive um momento de mudanças, mas que nunca perde sua essência no quesito organização coletiva e de luta.

 

Artistas

• Santo André: Jefferson Oliveira, Cmaila Ventura, Priscilla Fernandes e Drica Sousa.

• São Bernardo do Campo: Prila Maria, Melane Zabunov, The Sarará e Teia Urbana.

• São Caetano do Sul: Rafael Viva, Renan Alves, Matheus Sousa, Roanne Aragão e Barbara Mallasen.

• Diadema: Robinho Santana, Samanta Reis, Nenesurreal, Jerona Ruyce e Roger Cipó.

• Mauá: Ramonegro, Monica Ancapi, Talita Rocha, Ubiratã Ventura e Rhailander.

• Ribeirão Pires: Wali Costa, Rayra Costa, Thiago Vaz e Claudio Martuci.

• Rio Grande da Serra: Til Afro, Clécio Pice e Ronam Santos.

 

Vernissage Exposição Coleta ABC

17/09 às 20h

Exposição: 17/09 a 16/10 – terça a sexta-feira, das 9h às 17h

Sábados: das 10h às 16h

Entrada franca

Indicação: maiores de 12 anos

Local: CEH – Centro de Exposições e História Ricardo Nardelli – Rua Miguel Prisco, 286 - Centro - Ribeirão Pires/SP

 

EXPOSIÇÃO CASA RIBEIRÃO-PIRENSE

Exposição permanente que procura remontar a ambientação de uma típica casa de imigrante, dividida em quarto, sala, sala de jantar e cozinha.

Local: Museu Histórico Municipal Família Pires

Endereço: Rua Miguel Prisco, 286 – Centro

Visitas autônomas: das 10:00 às 16:00 – de segunda a sexta.

Visitas monitoradas: agendar com antecedência até o dia 11/05 – máximo de 10 pessoas por atendimento.

Informações: (11) 4825-9049 ou (11) 4827-4590

ceh@ribeiraopires.sp.gov.br

Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires. ©2017.